Obra póstuma de Juliano Cezar é lançada nas plataformas de streaming

Foi lançada na última sexta-feira, 03, o primeiro EP com memórias póstumas de Juliano Cezar. Este projeto, gravado em Goiânia, em 2019, foi o último que o cantor e compositor gravou antes de falecer de um mal súbito no final do mesmo ano. O trabalho contém faixas inéditas e algumas regravações de grandes sucessos.

Intitulado “Para Sempre – EP 01”, o trabalho conta com as faixas: “Tatuagem”, “Beleléu”, “Rumo à Goiânia” – com participação de Daniel, e “Saudade faz doer” – com participação de Hugo & Guilherme”.

Juliano Cezar faleceu em dezembro de 2019 e ainda faz muita falta para os amantes da boa e tradicional música sertaneja. Para homenagear o artista, no dia 30 – um dia antes de completar um ano que o cantor nos deixou – a Explosion Music, escritório que apresenta a obra, irá lançar a faixa “Não aprendi dizer adeus”, que também faz parte deste projeto, “Temos este trabalho inteiro em mãos e sabemos da importância histórica do Juliano Cezar para o mercado musical e sertanejo. É muito pequeno perto da grandeza deste artista, mas faremos o possível para sempre lembrar dele, e com muito carinho!” diz Marcelo Camargo, empresário e fundador da Explosion Music.

O legado de juliano Cezar não poderia e nem vai ser esquecido, quantas pessoas não cantaram ao som de Cowboy Vagabundo, shows lotados, arenas quentes ao som dele, com sua voz inconfundível, misturando tons sertanejo e pegada country. Sem esquecer do hit “bem aos olhos da lua”, que marcou gerações e até hoje faz parte de tantos repertórios de shows.

leia outras matérias

Close Bitnami banner
Bitnami