Na carreira desde os 15, Luan Santana declara: 'Perdi minha adolescência'

Luan Santana é, definitivamente, um garoto privilegiado. Artista profissional desde os 15, o cantor, hoje com 22 anos, vive um período de ascensão que parece estar longe de terminar. Nos bastidores do Sai do Chão!, o segundo apresentador do programa falou ao site e fez um balanço das consequências positivas e negativas do sucesso precoce.

Sempre com sorriso no rosto, Luan declarou que, em certa medida, não viveu uma vida como a da maioria dos jovens. “Eu perdi minha adolescência, essa coisa de sair para balada, curtir com os amigos. Geralmente, eram as pessoas que estavam indo ao meu show enquanto eu estava trabalhando”, relembrou o rapaz.

Segundo o astro sertanejo “trabalho também é uma diversão”, entretanto tocar uma carreira traz compromissos pesados. “A responsabilidade que eu carrego desde os meus 15 anos de idade é uma coisa que as pessoas carregam a partir dos 30. Então, quando eu falo que cresci muito rápido, foi isso”, explicou ele, sem se lamentar.

Apesar de ter que abrir mão de uma vida normal, toda a fama e recompensas agregadas a ela proporcionaram grandes conquistas a Luan. “Poucas pessoas têm a oportunidade de, com 19 anos, dar uma casa para os pais. Com 19, eu consegui comprar a minha casa e coloquei a minha família”, contou ele, orgulhoso por ver seus desejos se tornarem realidade: “Meu primeiro carro já foi bom demais. Hoje eu tenho um que sempre sonhei também”.

E como curtir todas as aquisições trabalhando tanto? Para Luan, a maior dificuldade é conciliar a agenda concorrida com seus momentos de lazer. “Às vezes, eu não tenho tempo de andar com meu carro. E eu adoro abrir a capota e sair na estrada escutando moda sertaneja”, declarou o ídolo prodígio, otimista e consciente: “Tudo tem seu lado ruim e bom”.